"Facturas" no trabalho

Hoje cheguei ao trabalho e havia várias "facturas" em cima da mesa. Como já é uma tradição lá no trabalho, já sabia que ou era aniversário de alguém ou algo de bom havia acontecido com algum funcionário. Me explicarei melhor...

Primero, as "facturas" são uns pãezinhos, docinhos ou qualquer coisa assim que se vende nas padarias daqui. O preço é sempre por unidade e geralmente há descontos de você compra uma determinada quantidade. Em quase todas as padarias é o mesmo esquema: elas estão lá ao alcance do cliente, bem apetitosas e docinhas, ai você pega uma das cestinhas que está no balcão e que já tem um "pegador" dentro e escolhe as que você quer, depois é só levar no balcão para contarem, embrulharem e depois de pagar já pode se deliciar.



Definitivamente, as mais famosas são as "medialunas", encontradas em qualquer café de Buenos Aires. Quando estão fresquinhas, são uma delícia! Mas também há outros tipos de facturas, muitas com a "crema pastelera", que é aquele creme amarelinho que tem no pão doce, outras com muito açúcar ou com o maravilhoso doce de leite. 



As "facturas" são ótimas para o chá da tarde, principalmente quando alguém aparece na sua casa e você não tem nada na geladeira... Sempre apelo!

Enfim, mas voltando ao meu trabalho... Lá eles têm esse costume de levar "facturas" quando fazem aniversário ou quando acontece alguma coisa especial como: nasceu um filho, comprou um apartamento, se casou... sei lá, coisas assim... Bem, quando eu fiz aniversário levei um bolo de chocolate bem brasileiro e eles amaram... Acho que até mais do que as pobres "facturas"... E além disso, quando alguém viaja, também fica subentendido que deve levar algo de comer que seja típico do local onde você foi. Dessa última vez que vim do Rio, trouxe paçoquinha (tem que ver eles falando isso... rsrsrs), bananada e bis... Foi um sucesso!

Besos!



Seguidores:

Postagens mais visitadas