Trocando os botões

Um dia, eu e meu marido, fizemos uma maratona pelas lojas de Buenos Aires porque ele estava buscando um casaco e um blazer... Só que há um problema: o tamanho. Como ele é magrinho e não é tão alto, não é fácil achar roupa que sirva nele. Então, fomos em várias lojas de rua e até na feirinha que acontece na praça Palermo. Vimos uma variação de preços muito grande, por isso é sempre bom pesquisar, mas nada que o agradasse ou coubesse bem.

Andamos muito, muito mesmo. Como fomos parar na Santa Fé para ver algumas loas por ali, resolvemos passar no shopping para comer. Mas já sabíamos que no shopping é só para passear e lanchar, no máximo você pode comprar um livro. Isso acontece porque aqui não é que nem no Brasil que, na maioria dos shoppings ou até em todos, você encontra lojas para todos os públicos. É possível ter, no mesmo shopping, C&A, Renner, Leader, que são acessíveis e Victor Hugo, Osklen que são para classes que não a minha. Aqui não, tudo no shopping é muito caro. Só tem loja de marca e que muitas vezes vendem coisas muito parecidas com as lojas de rua só que 3x o preço. Enfim, não é para nós. Até porque não ligamos para marca. Mas não é que naquele dia o shopping estava em promoção?! Ok, que promoção de shopping ainda é caro, mas decidimos, ainda assim, entrar na Zara para ver as roupas masculinas. 

Meu marido experimentou várias coisas e outras ele nem chegava perto porque eram horrorosas... Mania que essas pessoas têm de achar que todo mundo tem que se vestir que nem modelo. O que acontece? Nem na promoção as pessoas compram.

Mas depois de muito procurar, ele vestiu e gostou desse blazer aqui. Caiu muito bem nele, o que é difícil de conseguir. Só que havia um problema (e não era o preço): os botões dourados. Ele achou horroroso. Mas o preço estava bom, pois de 600 pesos, saía por 350, e olha que não achamos em lugar nenhum  um blazer por menos de 400. Então, falei para ele comprar que eu trocaria os botões. Não sou tão prendada assim, mas o básico minha avó, costureira de mão-cheia, me ensinou. 




E foi isso que fiz. Além disso, tive que fazer uma bainha na manga para ficar mais certinho. Tirei os botões dourados e coloquei uns pretos bem simples. Ficou básico e bem no estilo que ele queria.




Só tendo o jeitinho é possível adaptar as roupas pro que você quer.

Besos!





Seguidores:

Postagens mais visitadas