7o Dia - El Calafate

Chegamos ao 7o dia de viagem e estávamos super animados para conhecer o tão esperado Glaciar Perito Moreno.

Dessa vez tivemos que acordar cedo porque passariam no hotel a partir das 7h da manhã. Tomamos nosso café no hotel e ficamos esperando que viessem nos buscar. Por volta das 7:30h, chegou o ônibus que nos levaria até o parque nacional.

No ônibus havia uma guia turística que durante o trajeto comentou sobre a história de El Calafate, sobre o parque nacional e sobre os glaciares. E como no dia anterior havíamos ido ao Glaciarium, também já tínhamos em mente uma série de informações sobre como se formavam os glaciares e coisas afins e isso fez com que fosse muito mais interessante a compreensão da grandiosidade diante dos nossos olhos.

Mais ou menos na metade do trajeto, paramos para tirar algumas fotos do lago Argentino, com sua cor azul turquesa, resultado da mistura da água do próprio lago com o "pó do glaciar", que são as partículas de gelo que se soltam pela erosão. O importante de tudo isso é que a água tem uma cor lindíssima!








Depois seguimos viagem. São uns 50 minutos desde a cidade até o parque Nacional. Mas a paisagem é tão linda que você nem percebe o tempo passar.






Ao chegar ao parque, paramos na entrada para pagar o ingresso. Nós pagamos 50 pesos cada um por sermos residentes, mas acho que para turistas brasileiros era mais ou menos 80 pesos, algo assim. Depois disso continuamos e paramos mais uma vez no mirante, onde pela primeira vez avistamos o Glacial. Uma vista espetacular! Nunca tinha visto nada parecido. Fiquei encantada.









Depois de algumas fotos, subimos no ônibus novamente e fomos até o porto para pegar o barco que nos levaria bem próximo ao Perito Moreno.



Subimos no barco, empolgadíssimos com o que estava por vir. Entramos, sentamos e alguns funcionários nos explicam como configurar a máquina fotográfica para tirar as melhores fotos, pois o gelo reflete muito a luz e se não estiver certinho a foto não fica legal. São apenas uns 15 minutos de navegação até que liberam para que as pessoas saiam para a parte externa do barco. Venta muito, por isso é preciso tomar cuidado com os pertences, principalmente a máquina fotográfica. Já pensou se cai na água???!!!

E assim, saímos e nos deparamos com a grandiosa muralha de gelo. um verdadeiro espetáculo da natureza, exuberante com seus milhares de tons que vão do branco a um azul bem escuro. Você na cara que todos estão maravilhados. E é assim mesmo, lindo! Então é preciso procurar um cantinho para tirar suas fotos, pois é muita gente para muito espaço. Mas com muita paciência e com a colaboração dos outros é possível ter a sua vez.

















Um tempo depois eles pedem que todos voltem para o interior do barco e retornamos ao porto. Lá está nosso ônibus nos esperando para nos levar até as passarelas de onde podemos ter uma visão mais panorâmica do Glacial. Como estava chovendo, foi meio chato ficar indo de um lado para o outro nas passarelas, mas como não sei se um dia volto lá, insisti para ver o Glacial de cada ângulo possível. Com muito improviso, pois tive que colocar um saco plástico na câmera com medo de que molhasse. Mas mesmo assim fomos. São vários caminhos, e nem pudemos recorrer todos pois alguns pontos estavam fechados. O mais interessante é escutar como o gelo estala e se der sorte, ver alguma parte se desprender da geleira. Mas ai estão as fotos que tiramos:
























No horário combinado, voltamos ao ponto onde estava o ônibus e quando todos chegaram começamos nossa viagem de volta à Calafate. Como combinado, o ônibus nos deixou na porta do hotel. Descansamos um pouco, mas a fome já estava incomodando então resolvemos ir novamente ao Viva La Pepa (fomos também no dia anterior) para comer o gostoso crepe. Depois de passear pela cidade, voltamos para o hotel para descansar!


Deixa seu comentário!

Besos!






Veja também:




NOSSOS PARCEIROS:


Seguidores:


Estoque de fotos


Stock Photos & Images

Postagens mais visitadas