Carnaval no Uruguai (3) - Montevideo / Piriápolis

Época de carnaval, verão, as pessoas que vivem em Montevidéu aproveitam para relaxar na costa uruguaia. Por isso encontramos a capital tão vazia. Os que podem, fogem para as cidades praianas, a fim de aproveitar o que ainda resta de verão.

Nós decidimos seguir essa tendência e fomos conhecer a cidade de Piriápolis, que está a 98 km de Montevidéu, aproximadamente 1h40 de carro. Piriápolis fica próxima a Punta del Este, que também é uma cidade muito frequentada nessa época do ano tanto por uruguaios como por argentinos. Dessa vez não fomos à Punta, pois já estivemos ai há 3 anos e preferimos conhecer outra cidade. Mas para quem for ao Uruguai, é um bom lugar para passar alguns dias.

A idéia de conhecer Piriápolis veio de uma lembrança da época de faculdade, pois tínhamos uma matéria de espanhol que exigia, como parte da avaliação, que víssemos vários filmes latino-americanos e que escrevêssemos textos sobre os filmes. Justamente o filme uruguaio que vimos é o Whisky e no meio da história, os personagens fazem uma viagem a Piriápolis. Por isso decidimos conhecer esta cidade.

Então, na segunda de manhã, acordamos e tomamos café no nosso albergue em Montevidéu. Depois do café reforçado, pegamos a estrada rumo a Piriápolis. Levamos mais ou menos o tempo indicado pelo Google, ou seja, não chegou a duas horas de viagem. Como eu já disse, as estradas são boas, muito bem sinalizadas e com a ajuda do GPS, não havia como se perder.



Chegamos na cidade, paramos o carro na avenida principal, próximo ao Hotel Cassino Argentino, um prédio impressionante que destoa das demais construções e parece lembrar os anos de ouro dessa cidade. Passeamos pela avenida, paramos no escritório de informação turística para sabermos um pouco mais sobre a cidade e depois fomos ficar um pouco na praia. O tempo estava nublado, nada ideal para um dia de praia, mas mesmo assim havia famílias aproveitando a água. Fizemos o mesmo. Esticamos a canga e ficamos lá esperando o sol aparecer. Até me arrisquei e fui tomar um banho de mar, esperando uma água geladíssima, bem típica dessa região, mas me surpreendi, estava até quentinha. Um pouco depois que sai da água, começou a chover... É as pessoas tiveram que recolher seus pertences rapidamente e buscar um lugar abrigado. 











Como já estávamos com fome, buscamos um restaurante para almoçar. Depois, subimos de carro o Cerro San António, também há um teleférico para subir. De lá tivemos uma vista panorâmica da cidade. Como já estava ficando tarde, decidimos ir até Atlândida, uma outra cidade costeira, onde estava o hotel que reservamos. Escolhemos um hotel nessa cidade, pois além de ser mais barato também já estava mais próximo a Montevidéu e seria mais fácil o retorno até Colônia.



Levamos mais ou menos 1h para chegar até Atlântida. Fomos diretamente ao hotel fazer o check in e deixar nossas malas. Depois fomos dar um passeio pela cidade, visitando a rua principal. Lembrou-me muito qualquer cidade da Região dos Lagos (do Rio de Janeiro) e da época que passa férias em, por exemplo, Rio das Ostras. Era bem parecido esse estilo de cidade litorânea, com uma rua principal, com feirinha, comércio em geral e um parque de diversões. 








Depois do passeio, voltamos para o hotel para tomar um banho e descansar e já à noite fomos comer uma pizza. Fomos surpreendidos com um show de murga na principal praça da cidade. E voltando para o hotel ainda pude assistir um pouco do desfile de escolas de samba do Rio no canal da Globo que pegava na tv, para completar o ritmo de carnaval... rs.



Besos!


Veja também:
primeiro dia da viagem.
> segundo dia de viagem.


Qualquer dúvida ou sugestão, mande um email para nós: veionabagagem@outlook.com




NOSSOS PARCEIROS:


Seguidores:


Postagens mais visitadas